Entre sem se perder...

sábado, 22 de maio de 2010

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Entre: a porta está sempre encostada...




Gira na luz



Sou moça faceira.
Vivo só pra te agradar.
Meu mundo é um pandeiro
onde costumo dar as cartas.
Meu cabelo
sete saias.
Meu rumo
sete estradas.
Meu banho
é noite de fogueira.
Meu olhar beija o nada
e a boca vara madrugada.
Abri mão do futuro
pra ter destino.
Chego na ponta do pé
te conheço com a palma da mão.
Sou vulto
sou pouca, sou muita...
Não sou casta
mas posso ser santa.
Sou Samara
Mara.
Sou Nadjanaíra
sou Nadjara.
Se pensa que sou uma
te engana.
Sou ente.
Em meio ao tudo
sou alma cigana.

https://www.youtube.com/watch?v=_dHkGUPfi5g